Prevenir é se amar: A gente abraça essa luta!

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

Notícia

"GOVERNO SEGUE NO AJUSTE DAS CONTAS PÚBLICAS", AFIRMA O SECRETÁRIO DA FAZENDA EM APRESENTAÇÃO NA ALESE

25 de Setembro de 2019 | 13:28

Prezando pela transparência econômica da gestão estadual, o secretário de Estado da Fazenda, Marco Antônio Queiroz, esteve na Assembleia Legislativa de Sergipe na manhã da última quarta-feira (25), para demonstrar o cumprimento das metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2019 junto aos membros da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Tributação da casa legislativa.

 

Na sua apresentação, o secretário explanou sobre as despesas com a Previdência e as medidas austeras do governador com relação as finanças do estado. O secretário fez ainda um comparativo das receitas orçamentárias e um resumo do rendimento por categoria econômica. Logo depois, fez um detalhamento de todos os valores recebidos de operações de crédito e mostrou um comparativo das despesas nos anos de 2018 e 2019, o que resultou em uma evolução significativa nas contas do estado. 

 

“Existe uma contingência das contas de todos os estados da federação de uma forma geral, mas estamos buscando receitas extraordinárias para o cumprimento do orçamento, buscando também aumentar a fiscalização e fazendo movimentos de contenção da inadimplência e sonegação”, disse Queiroz.

 

Ainda analisando as contas, o secretário fez outro comparativo em relação ao resultado primário dos quadrimestres atual e anterior e também apontou um aumento expressivo nas despesas previdenciárias. “O nosso foco é recuperar a capacidade de investimento, que será possível com a reforma da previdência e outras reformas estruturais que estão em curso no congresso, e que será possível para Sergipe com o novo pacto federativo. Lamentavelmente, despesas com previdência tem inibido a capacidade do estado em realizar alguns investimentos”, ressaltou.

 

De acordo com o gestor, o governo continua em busca de soluções para continuar reduzindo os déficits do estado. “O governador continua tentando trazer indústrias e buscando a geração de empregos, por exemplo. Estamos em negociação junto à Sedetec, à VLI Logística e a própria Receita Federal para que o Porto de Sergipe tenha maior possibilidade de receber mercadorias, trazendo impostos para Sergipe”, concluiu Queiroz.

 

Para o deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos), a apresentação foi bastante esclarecedora. “A audiência não traz uma novidade, traz uma constatação. O maior problema das contas do estado é o déficit previdenciário, que cresce mês a mês, ano a ano e o Governo tira R$ 100 milhões a cada mês para pagar aqueles que contribuíram durante toda a sua vida e precisam receber. Vimos também que houve um aumento da arrecadação, mas não para fazer frente às despesas, afinal o Brasil e Sergipe cresceram menos, e isso reflete nas contas do estado”, frisou.

 

(Fotos: Arturo Paganini/Secom)

  • Medium a9d763845a1ee9857e69d49be4403c98
  • Medium 1409aa2d0a3558a7f6493ecdac6666d8
  • Medium 9dfa4aabb0b4af393e1feddcf41beb1a
Medium a9d763845a1ee9857e69d49be4403c98Medium 1409aa2d0a3558a7f6493ecdac6666d8Medium 9dfa4aabb0b4af393e1feddcf41beb1a